terça-feira, 12 de janeiro de 2010

RECORDAÇÕES DA CASA DA COBRA-MEU BAIRRO ERA ASSIM...



MEU BAIRRO ERA ASSIM... 




Era assim o meu bairro... Um bairro imperfeito, meio sem jeito... 
Lembro-me bem de seus moradores e suas conversas de calçadas, em frente das casas, com flores nas janelas e portas abertas, escancaradas... 

“Ciranda, ó ciranda”... 
Foram todos cirandar?
“Roda, roda, roda criança mas, quem te ensinou a nadar?...” 
No igarapé de águas rasas, que passava lá embaixo,  
acompanhando a cantiga do peixe miúdo, que nadava muito seguro, 
nas mãos em forma de concha do moleque festeiro... 
Eheeê...caboclinho maroto, perdeu-se por este mundo?



Do livro Bairro de São Geraldo, Uma História em Duas Conjugações; Passado e Presente; Virgínia Allan; Edições Muiraquitã. 








Postar um comentário