quarta-feira, 27 de julho de 2016

BREVE NOTA SOBRE A LOUCURA DO MUNDO





Nota-se claramente a omissão das pessoas em tentar deter o mal ... elas se omitem, e não se metem mesmo quando uma ação absurda está a ser perpetrada bem debaixo de suas barbas.. pessoas são boas? Bah.. as pessoas são omissas e assim elas colaboram para que o mal sempre prevaleça.. uma das frases mais certas do mundo é aquela de Einstein, que diz: "O mundo não está ameaçado pelas pessoas más, e sim por aquelas que permitem a maldade."

Para exemplificar: O EI é uma das pragas que anda a enlouquecer esse mundo. Depois de ler sobre o padre decapitado numa igreja na Normandia, eu só consigo pensar que esses governos são coniventes com os ataques, uma vez que monitoram, prendem e em seguida, soltam os terroristas.. é tão estúpido quanto inócuo.. monitoramentos, prisões e tentativas de manter os países livres das ameaças desses loucos para quê? Quando a polícia, os detetives, os investigadores sei lá mais o quê, não conseguem deter nem perceber o perigo, é sinal que estão a ser cooperativos ou bastante burros ou como disse um amigo, é melhor trocar burros por idiotas.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

sábado, 23 de julho de 2016

AMY, AMY, AMY




5 anos sem Amy  
Amy Winehouse by Jean Okada 

"Não gostar de mim é um direito seu, agora fingir que gosta já é falta de caráter." (Amy Winehouse)

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

REFLEXÕES DE UMA ALIENÍGENA SOBRE O ESTRANHO COMPORTAMENTO DOS SERES HUMANOS

                         

AMANHECI DE LUA, DÁ LICENÇA... ALIEN TAMBÉM TEM ESSE DIREITO...
Observar os humanos me deixa muito apreensiva e extremamente exausta. Já deveria estar acostumada, mas do meu ponto de vista intergalático, eu, como habitante de um mundo “inexistente” (sim... pois, para os humanos, aquilo que não se vê, ou que não se pode tocar não existe) ouso dizer que os humanos me irritam profundamente com essa mania de se acharem a melhor coisa já feita por Deus neste vasto Universo. São melhores que tudo e em tudo, senhores de uma arrogância tão estúpida quanto inútil. Zombam até mesmo do “trabalho das estrelas”. (Não me peçam para explicar como é feito este trabalho...) Resultado... estou com uma dor de cabeça deveras horrorosa e um desânimo que beira ao desencanto. Desencanto total... com a vida, com as pessoas, de um modo geral. Às vezes, não é sempre, me dói estar viva... me dói estar “presa” a um corpo e a um mundo tão doente... Minha espaçonave está logo ali, pousada no meu quintal... bem ao alcance... estão faltando algumas peças... Saibam... a aterrissagem foi um tanto trabalhosa... todo dia ajeito, mas não sei quando ficará pronta. Bom... de qualquer modo, é fato... estou proibida de abortar a missão... Liberdade de escolha tem seus limites... outros aliens estiveram aqui antes de mim... e outros, certamente virão depois, mas não pensem que sou a única, atualmente, a me remoer com os disparates cometidos pela humanidade, essa “donzela adormecida”, há outros, como eu, espalhados pela superfície do planeta. Vou deixar de lado, no futuro, minhas reclamações... entretanto, hoje, me perdoem... está difícil... acordei com uma sensação de estar sobrando... estou vazia... nada de música, nada de amigos, nada de paixões... é meio estranho me ver de repente como um ser carente, fragilizado... é meio estranho me ver como um desses humanos, que arrastam consigo uma multidão de fantasmas... não quero virar um boneco, uma espécie de Pinóquio E.T.ransformer... esse disfarce de humano me incomoda...a pele me dá alergia... Vou dar um tempo... Vou para a lua, partirei no foguete que já está a subir.... a fugir pra longe daqui... Haaa... outra vez me perdoem os pensamentos desarrumados... deve ser a atmosfera da terra, tão pesada, que depois de tanto tempo, começa a fazer seus efeitos... só pode ser...

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

DIA DA BANDEIRA


19 de Novembro, dia da Borralheira, opa.. não.. da Bandalheira .. 
opa .. sorry, seria dia da Bandeira? Mas, ainda falta a tarja preta.. estamos de luto!

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

BULLSHITE DE BURSITE





Eu agora tenho certeza que sofro de Bursite.. na verdade, deveria mesmo se chamar Bullshite.. Bursite vem a ser a inflamação da bursa, ou seja, uma bolsa do organismo, por vezes acompanhada de calcificação... nossa.. senti tanta dor, que quase chorei.. não.. confesso.. eu chorei.. e quase me entupi de remédios sem receitas ..e compressas com água ora gelada ora quente.. não.. quente, não.. não tentei, pois não tinha mais paciência.. duas noites sem dormir direito.. esfregando óleo elétrico, banha de tartaruga, sebo de holanda, castanha da índia, o que viesse.. minha mãe foi que resolveu meu problema.. tomei uma de suas pílulas milagrosas contra artrose.. amanheci, depois de uma noite cômoda, bem dormida, quase nova em folha.. e eu penso.. meu Deus.. o tempo passando .. a porra da velhice chegando... bom, mas, reumatismo, artrose e bursite, quero que saibam, não é uma doença apenas de velhos.. os jovens também sofrem disso ou com isso.. mas, ó.. bom mesmo é viver sem dor .. bom mesmo é viver com o máximo de saúde e conforto.. bom mesmo é poder viver sem depender de ninguém, mas isso já não é tão fácil assim.. Precisamos cada vez mais investir em saúde e educação.. todos precisamos de qualidade de vida. Estamos cada vez mais fracos e sensíveis a qualquer ataque do tempo, a mercê de doenças que já deveriam estar erradicadas do planeta.. só a natureza, o viver junto a ela, é capaz de nos fortalecer e devolver a saúde e longevidade.. hoje, tudo faz mal, tudo vai mal... na região Nordeste, o mosquito zica, tem sido responsável por nascerem crianças com microcefalia, e isso só posso responsabilizar o Estado, de um modo geral, por esse retrocesso .. está-se criando uma nova geração com pobreza de desenvolvimento mental e sem possibilidades de aproveitar uma vida que deveria ser útil, longa e proveitosa. A microcefalia está aí, por falta de cuidado.. pensei nisso, porque, graças a Deus, tenho duas filhas saudáveis, e o mesmo não posso dizer de muitas mães que mal conseguem fazer um pré-natal e quando o fazem, recebem esse tipo de diagnóstico... e vai falar em aborto pra você ver o que te acontece.. eu, certamente, não chegarei tão saudável quanto minha mãe aos 80 anos.. mas sinceramente, não espero mesmo chegar...  não faço lá a menor questão

terça-feira, 17 de novembro de 2015

APOCALIPSE ZUMBI COMEÇOU FAZ TEMPO E JÁ NASCEMOS INFECTADOS




Se você é um autor de livros, um contador de histórias, pai ou mãe de um filho, você não deixa de ser uma espécie de Deus. E você, como autor de uma história, ao contá-la, você acrescenta, muda aqui um pouco, distorce ali outro a história real; você, como pai ou mãe de uma criança, mete-se, planeja, cuida da educação de seu filho .. se você é um super pai ou super mãe, você fará tudo por seu filho, impedindo-o de crescer, aprender, tomar as próprias decisões, se possível, você o deixa trancado em casa, para que não saia e conheça pessoas más e boas por tabela, ou pegue, nem que seja mesmo um resfriado.. você cerceia sua liberdade, achando que está cuidando, amando, fazendo um bem.. só que não está.. se você escreve, você sabe que, por mais que você queira, você não pode mudar a vida de um personagem, ja´que o personagem cria vida própria.. e por mais que você queira, você não muda sua trajetória, mesmo descontente com o rumo que ele tomou.. para remediar isso, você só tem duas opções: acabar com o personagem, destruindo a história ou o livro.. mas, e aí? será justo para com todos? até com o personagem outsider? Se você acha que cria bem o seu filho, mas apesar de tudo, ele se torna, um marginal, um ser deturpado.. a culpa pode ser sua até certo ponto.. mas, depois, adulta, a pessoa é que tem que se resolver, para não repetir com seu filho, os erros que ela julgou em você no passado. Infelizmente, as histórias edificantes e de redenção, pouco acontecem, porque o ser humano, resolve dar mais atenção, ao seu demônio interior. Deus, portanto, não tem nada a ver com o que acontece de ruim nesse mundo, a distorção daquilo que chamamos AMOR, acontece por não refletirmos nossa essência, que permanece adormecida, inalterada. Somos senhores de nossa própria história. Se Deus foi criado pelos homens, à sua imagem e semelhança, porque agora o clamam e o condenam como o maior assassino de todos? Deus foi criado então para ser um costa-largas das atrocidades que o ser humano cria; um bode expiatório, a espiar culpas alheias. O homem criou seu próprio inferno, embora tivesse (tenha ainda) condições de criar o paraíso, mas a monotonia  o aborrece.. o homem, lobo de si mesmo, que está perdido, separado de Deus, e jogado ao chão,reclama, chora e joga a culpa em seu pai, feito criança mimada ... Se Deus é o maior assassino de TODOS; é porque esse Deus é mesmo um clone dos homens sem fé.. quem é culpado de tudo e de todas as mazelas, é esta criatura humana, que possui um cérebro que ele até hoje mal conhece os mistérios; mal consegue explicar, por isso, melhor é criar um ser mítico, onisciente, onde possa cuspir, xingar, odiar, levando ou lavando de si, todas as culpas e faltas cometidas.. e se Deus não existe de fato, o que faz essa criatura mesquinha que é o homem, pensar que está isento de culpa de todas essas catástrofes ao redor do Planeta? Se o homem governa a si mesmo e traça a sua história, para quê criar um Deus? Eu respondo.. criar um Deus, à sua imagem e semelhança, o faz sentir-se livre e superior para continuar a fazer o que quer. Apontar o dedo na cara do outro, dizendo, "a culpa é sua, seu fanático religioso, olha a obra de teu Deus" sem atentar para o fato, que ele também estar a ser fanático, ao lembrar-se de um Deus, que, para ele, inexiste... é doentio, é obsessivo .. Deus enfim, é a latrina preparada para o escárnio e dejetos humanos, já que o homem mesmo odeia e sente nojo de si.. e se sente nojo e ódio de si mesmo, como poderá ser capaz de amar?. Pois, digo então, esqueçam-se de Deus, pois Deus, com certeza, esqueceu-se você também.. ideia fixa é doença mental; Deus está morto faz muito tempo, Deus está morto porque também estamos mortos; o que anda sobre a terra, são sombras de criaturas bípedes, sem alma, coração ou cérebro.

DA LAMA AO SANGUE...DO SANGUE À LAMA


Deixei no Rio Doce a lembrança
E fui à Paris buscar felicidade
Mas, Paris estava farta
Em estar sempre iluminada
"Cidade luz" sempre em festa, precisava dormir, descansar
Parar no lugar...
Porém, as bombas não deixavam
Os intolerantes não paravam
E os ignorantes não enxergavam muito bem
Não sabiam o que fazer, nem o que dizer
Resolvi sair de lá.. queria apenas achar um lugar...
Um lugar pra sonhar
Então, parti pra estação
Subi num trem na contramão
E, naquele vai-vem do balanço do trem
Dormi e acordei e acordei bem distante
Na berço precioso da África mãe delirante
Pensei lá encontrar consolo
No seio farto e generoso
Era noite sem lua, quente, bonita e negra
Metade serena e festeira
Metade tristeza
O Quênia dançava, mas também chorava
E pra qualquer lugar pra onde me virava
Ocidente, Oriente, os cinco continentes
Ai, sentia um nó, sentia a mágoa
O mundo mal respirava
O mundo cansava
O mundo estava doente
O mundo estava demente