sexta-feira, 26 de março de 2010

O CARREGADOR ÁRABE E O ERUDITO




 
O Cavalo Mágico; Trad. Julieta Leite; Edições Dervish

 <3



Um árabe carregou seu camelo com duas bolsas. Encheu a primeira com trigo e a segunda com areia para contrabalançar a carga. Quando estava a caminho, encontrou-se com um erudito que o interrogou a respeito do conteúdo das bolsas. Ao ouvir que uma continha areia, ponderou que, em vez de areia, poderia dividir o trigo em duas porções iguais, uma para cada bolsa.
Ouvindo isso, o árabe ficou surpreso com sua sagacidade, passou a ter grande respeito pelo erudito e o convidou a montar em seu camelo, dizendo-lhe então: “Como possuis tamanha sabedoria, acho que deves ser um rei, um vizir, ou, pelo menos, um nobre rico e poderoso”.
“Ao contrário”, respondeu o erudito. “Sou um homem muito pobre. Todas as riquezas que minha sabedoria proporcionou são cansaços e dores de cabeça. Nem sei onde conseguir uma fatia de pão.
“Nesse caso”, disse o árabe, “desce do meu camelo, segue teu caminho e deixa que eu siga o meu. Pelo visto, sabedoria trás azar”.   
Postar um comentário