sexta-feira, 13 de março de 2009

RECORDAÇÕES DA CASA DA COBRA-CINZENTO ENTARDECER



CINZENTO ENTARDECER



Era uma tarde viúva, de véu cinza e escuro manto
De feio semblante
Não havia o brilho, nem a quentura do sol
Não havia o frio, nem as gotas de chuva

Pensei num poema
Olhei em volta
Mas a tarde viúva não me comoveu
Era um sonho, uma quimera...
Desfez-se... com o escuro da noite que logo desceu


Postar um comentário