sábado, 18 de dezembro de 2010

OS POMBOS



No telhado da igreja, arrulham os pombos 
(Virgínia Allan)


Os Pombos 
(Raphael Alves)


Quase um soneto sobre o que não se soube dizer
Preciso de um verbete... apenas um
que tenha algo a falar 
ou que ao menos sirva para completar 
seja simples como um ‘oi’, ou um verbo incomum 
Preciso de uma palavra para quebrar esse jejum
com a qual eu cansaria de dialogar 
e também de alugar 
sem chegar a lugar algum 
Só preciso de uma palavra...
Uma palavrinha qualquer... 
ou de um dicionário inteiro! 
Uma que ilustre o que é
ser desta falta de palavras prisioneiro 



Postar um comentário