quarta-feira, 27 de julho de 2016

BREVE NOTA SOBRE A LOUCURA DO MUNDO





Nota-se claramente a omissão das pessoas em tentar deter o mal ... elas se omitem, e não se metem mesmo quando uma ação absurda está a ser perpetrada bem debaixo de suas barbas.. pessoas são boas? Bah.. as pessoas são omissas e assim elas colaboram para que o mal sempre prevaleça.. uma das frases mais certas do mundo é aquela de Einstein, que diz: "O mundo não está ameaçado pelas pessoas más, e sim por aquelas que permitem a maldade."

Para exemplificar: O EI é uma das pragas que anda a enlouquecer esse mundo. Depois de ler sobre o padre decapitado numa igreja na Normandia, eu só consigo pensar que esses governos são coniventes com os ataques, uma vez que monitoram, prendem e em seguida, soltam os terroristas.. é tão estúpido quanto inócuo.. monitoramentos, prisões e tentativas de manter os países livres das ameaças desses loucos para quê? Quando a polícia, os detetives, os investigadores sei lá mais o quê, não conseguem deter nem perceber o perigo, é sinal que estão a ser cooperativos ou bastante burros ou como disse um amigo, é melhor trocar burros por idiotas.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

sábado, 23 de julho de 2016

AMY, AMY, AMY




5 anos sem Amy  
Amy Winehouse by Jean Okada 

"Não gostar de mim é um direito seu, agora fingir que gosta já é falta de caráter." (Amy Winehouse)

quarta-feira, 30 de março de 2016

LENDARI

O selo Lendari acaba de assinar contrato com a Xeriph, considerada no mercado como a maior distribuidora de livros digitais (‪#‎ebooks‬) do país.
A empresa é responsável pela distribuição de 70% dos títulos no mercado brasileiro em lojas virtuais como Amazon.comSaraiva Online e Livraria Cultura, além das lojas especializadas para tablets e smatphones, como Google PlayApple e Windows.
Assim, o selo especializado em literatura fantástica, realismo mágico e ficção científica torna-se o primeiro do Amazonas a se juntar ao grupo, ao lado de outras duzentas editoras nacionais associadas.
Juntas, as editoras e selos que fazem parte da maior rede de distribuição do país respondem por um acervo de dezesseis mil títulos.
>> Lojas e bibliotecas virtuais
Com a oficialização da parceria, o primeiro livro lançado pela Lendari, a antologiaQuando a selva sussurra (2015), chega às lojas em sua versão e-book depois de ter sua tiragem física esgotada na ocasião do evento de lançamento, em dezembro do ano passado.
Paralelamente, o contrato com a distribuidora garante que os títulos lançados nas lojas também vão fazer parte de catálogos de bibliotecas virtuais espalhadas pelo país em empresas educacionais, ONGs e grupos corporativos.
Por meio de plataforma específica criada pela Xeriph, os usuários destas bibliotecas poderão alugar os livros a preços mais baixos que os preços de venda, potencializando o alcance e até promovendo a inclusão digital e literária de pessoas que não têm condições de comprar os livros físicos ou de ter leitores digitais.
Outra obra da Lendari prevista para chegar às lojas virtuais ainda este ano é o inéditoO último Gargalo de Gaia, primeira antologia de ficção científica do selo.
Também devem chegar às lojas, este ano, os títulos Quase o fim, de Leila Plácido, A Rainha de Maio, de Jan Santos, e Minhas conversas com o diabo, de Mário Bentes.
Estes três últimos, inclusive, fazem parte de campanha de financiamento coletivo para lançamento no estande do selo na Bienal de 2016 (http://bit.ly/1LT8Rcx).

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

REFLEXÕES DE UMA ALIENÍGENA SOBRE O ESTRANHO COMPORTAMENTO DOS SERES HUMANOS

                         

AMANHECI DE LUA, DÁ LICENÇA... ALIEN TAMBÉM TEM ESSE DIREITO...
Observar os humanos me deixa muito apreensiva e extremamente exausta. Já deveria estar acostumada, mas do meu ponto de vista intergalático, eu, como habitante de um mundo “inexistente” (sim... pois, para os humanos, aquilo que não se vê, ou que não se pode tocar não existe) ouso dizer que os humanos me irritam profundamente com essa mania de se acharem a melhor coisa já feita por Deus neste vasto Universo. São melhores que tudo e em tudo, senhores de uma arrogância tão estúpida quanto inútil. Zombam até mesmo do “trabalho das estrelas”. (Não me peçam para explicar como é feito este trabalho...) Resultado... estou com uma dor de cabeça deveras horrorosa e um desânimo que beira ao desencanto. Desencanto total... com a vida, com as pessoas, de um modo geral. Às vezes, não é sempre, me dói estar viva... me dói estar “presa” a um corpo e a um mundo tão doente... Minha espaçonave está logo ali, pousada no meu quintal... bem ao alcance... estão faltando algumas peças... Saibam... a aterrissagem foi um tanto trabalhosa... todo dia ajeito, mas não sei quando ficará pronta. Bom... de qualquer modo, é fato... estou proibida de abortar a missão... Liberdade de escolha tem seus limites... outros aliens estiveram aqui antes de mim... e outros, certamente virão depois, mas não pensem que sou a única, atualmente, a me remoer com os disparates cometidos pela humanidade, essa “donzela adormecida”, há outros, como eu, espalhados pela superfície do planeta. Vou deixar de lado, no futuro, minhas reclamações... entretanto, hoje, me perdoem... está difícil... acordei com uma sensação de estar sobrando... estou vazia... nada de música, nada de amigos, nada de paixões... é meio estranho me ver de repente como um ser carente, fragilizado... é meio estranho me ver como um desses humanos, que arrastam consigo uma multidão de fantasmas... não quero virar um boneco, uma espécie de Pinóquio E.T.ransformer... esse disfarce de humano me incomoda...a pele me dá alergia... Vou dar um tempo... Vou para a lua, partirei no foguete que já está a subir.... a fugir pra longe daqui... Haaa... outra vez me perdoem os pensamentos desarrumados... deve ser a atmosfera da terra, tão pesada, que depois de tanto tempo, começa a fazer seus efeitos... só pode ser...