quinta-feira, 20 de novembro de 2014

SKYDOG SOU EU


Howard Duane Allman

20 de Novembro de 1946/29 de Outubro de 1971




Cara, como eu iria adivinhar que estaria morto aos 24 ..?! Tá, poderia sim, quem sabe imaginar se fosse daqueles tipos perceptivos, introspectivos, que pensam na morte todo dia. Eu e minha Harley seguindo livres na autoestrada e de repente, o desastre, a colisão, o voo, a queda, a derrapagem e eu, enfim, debaixo da motocicleta. Se eu culpo alguém?! Não.. não culpo ninguém.. nem eu ou o cara da caminhonete.. aconteceu.. se era evitável?! Talvez, vá saber ...mas, tal não sucedeu eu dancei. Entretanto, mais que um fantasma, parece que virei uma recordação agradável para alguns. B.B. King ainda brilha com aquela magia blues que me enfeitiçou desde 59, quando o vi pela primeira vez e cutuquei meu irmão Gregg, dizendo-lhe: "Nós precisamos entrar nisso".. . lembro-me bem da cara de espanto de Gegg, como se o Blues fosse um túnel por onde devíamos seguir ininterruptamente, nós, dois branquelos, mas, contudo, o principal a gente tinha, o felling, o fleelin good tão necessário para se poder tocar o blues. Agora, mestre Blues Boy King está aí; velhinho, mas forte, firme com sua Lucille enquanto eu já baixei e subi, literalmente, "cantei pra subir"... onde estou?!! Sei não onde estou... acho que na memória daqueles que me amaram ou no coração dos que amam o Blues... bom... Skydog é meu outro nome e portanto, como todo bom cão perdigueiro, segui a trilha que deveria seguir. Valeu os contrastes, engastes, desgastes, desastres, destarte, valeu até a colisão. Senti dor, sim, imensa dor, mas logo passou, fechei meus olhos e entrei num túnel totalmente azul repleto de luz.
Postar um comentário