sexta-feira, 23 de abril de 2010

COTIDIANO


:(

Aconteceu de estar impaciente
A quentura do dia
Mal me deixa pensar
Logo a chuva cai
Logo o sol volta a esquentar
Cansa-me o cotidiano
De sorrisos impostados
E frases clichês
Eu mesma sinto-me uma impostora
Desprezando na vida
O que deveria/poderia me valer
Detalhes, pequenas coisas
Mas ainda assim importantes
As tristezas fazem parte
Mas não consigo me adequar
Por que não um pedaço do paraíso na terra?
Meu mundo se alarga e se estreita
Em questões de segundos
Sentimentos bipolares
Ligo a TV, desligo-a em seguida
As noticias são de arrepiar
Ou de matar
Treme a terra
Faz-se a guerra
Sofro em meu pensar
Pena de mim, não...
Do mundo em si
No fim de tudo
Quedo-me mudo!
Postar um comentário