domingo, 11 de abril de 2010

BELA PAISAGEM, TRISTE EPITÁFIO





Chamo
Ninguém responde
Debaixo de terras e escombros
O mundo se esconde

Vidas soterradas
Num instante
Por abandono
Por indiferença
Choros estancados a força
No peito
Nem deu tempo de gritar
Veio com força a avalanche

Acabou-se
Num instante
Morreu
Tudo morreu
Inclusive a esperança
De dias melhores
Nada com que se preocupar
Enfim, o descanso  


Postar um comentário