terça-feira, 25 de agosto de 2009

RECORDAÇÕES DA CASA DA COBRA-QUINTA ESTAÇÃO


QUINTA ESTAÇÃO


Anibal Beça




Não há recomeço possível.
Senão um olhar para trás.

A flor que murcha cai
não torna para o galho.

Por cima dos ombros
o outono perde a primavera
e as folhas secas
são tapetes grados
para amaciar pegadas.

Um murmúrio bate à nossa porta
e o vento inexorável
escarifica cicatrizes
no exato arrepio.

No pressentido encontro
- bandido convicto -
assalto o canteiro
dessa noite insone
e agasalho a alba
na gruta do sésamo.

Postar um comentário