domingo, 27 de julho de 2008


Cruzes pelo caminho quantas mais cruzes pelo caminho cruzes ó Deus pai choro lamento ranger de dentes cruzes vista que se assoma e se perde vai dói nos olhos o ver dói na alma o saber dói no coração não poder perdão não há para os amaldiçoados que vagam na terra a fazer seu trabalho nem o diabo duvida que são bons na lida quem afinal dele precisa? Ninguém nem o João da esquina João precisa de um consolo que as preces não lhe dão mais para ele Deus ou o diabo tanto faz as ruas do país estão pavimentadas com sangue desespero suor lágrimas dor homem mulher criança nada ninguém escapa a policia atira antes pergunta depois aí já foi mais cruzes pelo caminho quantas mais cruzes pelo caminho ó Deus pai
Postar um comentário