terça-feira, 18 de março de 2008

PAZ E AMOR




Para que a paz
possa ser constante,
vivamos a vida
e celebremos os sonhos,
poupemo-nos a dor
e desfrutemos o amor,
o amor irmão,
o amor amigo,
o amor amante,
o amor humano,
o amor divino.




Do livro RÉQUIEM, Virgínia Allan, Editora Scortecci

Postar um comentário